No time do verdadeiro Papai Noel

Que coisa mais bacana esta história! Adorei!!! E aproveito para desejar Feliz Natal para todos vocês, ainda que o dia esteja acabando!


FC Santa Claus: clube da Lapônia aposta no Papai Noel como marketing

Equipe da Terceira Divisão da Finlândia usa imagem do Bom Velhinho no símbolo e em projetos. Vaga na Segundona escapou por detalhes

Por Lucas Loos
Rio de Janeiro

Em um campeonato onde os clubes têm seus nomes representados por siglas, como TP-47, FC YPA, PK-37, SJK e por aí vai, um time chama a atenção: o FC Santa Claus. Localizada na cidade de Rovaniemi, na região da Lapônia na Finlândia, a equipe que adota o Papai Noel como símbolo chega ao Natal após ter feito a melhor temporada da sua história. O presente principal, no entanto, não veio. O time do Bom Velhinho foi o primeiro colocado entre os 14 que disputaram o Grupo Norte da Terceira Divisão e brigou por uma vaga na Segundona com o melhor do Sul. Na final, o Santa precisava de um empate para ser campeão, mas perdeu para o HIFK e não conseguiu o acesso.

Mas a participação do clube vai bem além do desempenho dentro das quatro linhas. Envolvido em projetos sociais, o Santa Claus investe em marketing e mantém vivo o mito do Bom Velhinho. Tanto é que há duas versões para a história da fundação do clube. Na oficial, a equipe finlandesa foi criada em 1993 após a fusão de dois clubes de Rovaniemi: o Rovaniemen Reipas e o Rovaniemen Lappi. Além dessa, há também a lenda de que o próprio Papai Noel teria fundado o time muitos anos atrás e seus ajudantes formaram o primeiro elenco.

Mitologias à parte, os fundadores decidiram então levar ao clube a imagem do Papai Noel, que, segundo a lenda que se disseminou na Europa, habita a região da Lapônia, e ao mesmo tempo manter uma equipe forte na região. O detalhe, porém, é que na Finlândia o Bom Velhinho é conhecido pelo nome de Joulupukki, e não Santa Claus, como nos países de língua inglesa. Mas o marketing chegou até lá e, com a venda produtos licenciados e o investimento em jogos promocionais, a tradução foi um meio de globalizar a imagem do time.


- O FC Santa Claus usa a imagem de Rovaniemi como a cidade do Papai Noel em sua estratégia de marketing. Queremos juntar o futebol, o esporte mais famoso do mundo com o Papai Noel, uma das pessoas mais famosas do mundo, na nossa estratégia de marketing - disse Jukka Markkanen, que exerce as funções de dirigente e jogador no clube.

O marketing serve também para alavancar os projetos sociais tocados pelo FC Santa Claus. Parceiro da Unicef, o clube doa € 10 (R$ 22) para cada camisa vendida. Além disso, há um projeto em andamento para que, assim que terminar o rigoroso inverno finlandês, um campeonato beneficente seja organizado, e sua renda seja destinada exclusivamente para a instituição.

- O clube deseja criar um futuro melhor, e qual seria a maneira mais adequada para o time de futebol do Papai Noel ajudar do que auxiliando uma criança para que esta atinja uma melhor qualidade de vida e amplie sua perspectiva de futuro. O FC Santa Claus é um dos parceiros mais ativos da Unicef na cidade de Rovaniemi.


Amadorismo ainda impera no Santa

Com uma média de público que varia entre 300 e 800 torcedores por partida, o FC Santa Claus ainda beira o amadorismo quando se fala do futebol dentro das quatro linhas. Os jogadores, por exemplo, são estudantes e trabalhadores que frequentam as escolas e as empresas locais. O Santa, porém, explora a boa imagem do clube para fazer uma fonte de renda extra para os seus atletas.


Sem uma dedicação exclusiva à equipe, os jogadores tiram férias prolongadas por conta do frio violento que atinge a região durante o inverno no hemisfério norte. Isso porque o campeonato vai de abril até outubro quando a equipe avança para os playoffs, caso contrário o período fora de atividade é ainda maior. Nos meses restantes, atletas e comissão técnica têm mais tempo para priorizarem profissão e estudos.

Apesar de a tão sonhada classificação não ter vindo nesse ano, o Santa pretende manter a mesma filosofia de trabalho implantada nas últimas temporadas, quando investiu em jogadores e treinadores da Lapônia. Jukka acredita que, desta forma, o clube poderá conseguir o acesso em um futuro próximo sem perder as suas origens.


- Nosso objetivo principal agora é poder dar oportunidade para os jovens locais jogarem futebol em alto nível em Rovaniemi. Nós não queremos comprar jogadores caros de fora da Lapônia. Nós confiamos nos atletas daqui e queremos nos classificar para a segunda divisão em um futuro próximo, investindo em jogadores e treinadores locais.

Com esse pensamento, o Santa fez bonito no Grupo Norte da Terceirona e conquistou 51 pontos nas 26 partidas disputadas, terminando a primeira fase na liderança. Um gol sofrido aos 33 da segunda etapa da decisão contra o HIFK, no entanto, deu fim ao sonho do clube, que espera agora por um final um pouco mais feliz em 2011. Presente que seu torcedor mais ilustre não poderá dar: o acesso para a Segunda Divisão.

Fonte: globoesporte.globo.com

Beijinhos, Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre Lois Lane & Clark Kent

Arrow - 4x03

Porque eu admiro Tessa Virtue e Scott Moir - Vídeo 18