Arrow - 4x10


Ok, ok, sei que o este post era para ter vindo na quinta, mas fiquei doente e só hoje me senti melhor para escrever sobre a mid-season premiere de Arrow.

Então sem mais atrasados, vamos lá...

O que gostei...

1. Olicity

Vou começar logo com o que mais amo porque não tem nem como...


As cenas entre os dois foram poucas, mas foram perfeitas. Eu que geralmente tenho sempre um pé atrás com a parte dramática da atuação de Emily, simplesmente amei o quanto de sentimento ela colocou em todas as cenas em que esteve neste episódio. Foi perfeita.

Minha cena favorita obviamente é a que segue abaixo...



Esta cena reflete o motivo que me leva a gostar tanto de Olicity, eles se amam e se conhecem como poucos. Felicity conhece Oliver de uma forma que ouso dizer, nem ele mesmo é capaz de se conhecer.

Ela sabia que ele estava perdido, tentando fazer justiça com as próprias mãos e ele nem sequer tentou esconder.

E quando ela ficou em dúvidas que a ausência dele em ir vê-la poderia ser por causa da paralisia dela, ele na hora tratou de mostrar que não, ele jamais vai deixá-la.

Daí veio o "For better or for worse". Jesus!!! Morri!!!


Eu sei que uma parte da galera do fandom ficou chateada que Oliver não foi visitar a noiva antes, mas eu entendo a reação dele. Oliver agiu da forma com a qual ele lida melhor com a dor. Ter ido atrás de Damien Darhk para ter sua vingança, ou fazer justiça pelo que ele causou ao amor da vida dele, foi a mesma reação que ele teve quando Moira morreu e ele não foi ao enterro.

Ele não lida bem com a perda (como a mãe) ou o sentimento da dor e da culpa (no caso da Felicity). Eu confesso que não fiquei chateada e uso uma parte da review da Jen do Tumblr jbyffyangel.

When you are sick, it doesn’t just happen to you. It happens to everyone around you. Everyone has different ways of coping. Some are better than others. Coping mechanisms are no measure for love, however. People are imperfect. Love is imperfect. We can’t always be the people our loved ones need us to be when they need us to be it. Real life is messy. I believed Oliver’s reaction tonight because it was incredibly human.

Se tiverem um tempo, leiam a review dela (link aqui), porque vale muito a pena, especialmente por tudo o que ela fala sobre Oliver e as reações dele com o que houve com Felicity. A comparação com as cenas de hospital de Thea e Felicity para mim foram perfeitas. 

Para encerrar, aquela cena final. OMG!!! Já sabíamos que Felicity não morreria... só os haters que achavam isto...


Mas para mim, além de saber quem está naquele túmulo, estou é morrendo de curiosidade para saber quem foi que matou a pessoa. Não sei não, algo que me diz que será o pai da Felicity, que vai entrar na jogada a partir do episódio 12. Já não acho mais que foi o Darhk.

2. Diggle

Preciso realmente dizer o quanto John Diggle é maravilhoso?

Esta cena... #hearteyes Ele é o segundo a entender Oliver melhor.


Fora que ter Dyla de volta é sempre bom demais.

E finalmente pudemos ver o amor de John por Felicity em ação, ele enfrentou o irmão no braço por causa dela.

3. Mama Smoak

Tivemos pouco dela, mas gostei assim mesmo. E Oliver vai ter muito o que explicar para ela, porque Donna não sabe o motivo que fez com que o genro não tenha ido visitar a filha dela no hospital, e claramente ficou chateada. Com toda razão.

4. Damien Darhk

Medo dele, muito medo. O cara é um vilão que a gente não sabe como se livrar e ainda tem uma esposa que parece mais diabólica do que ele. Estou realmente apavorada.

O que não gostei

1. Flashback

Inúteis. Sem mais a acrescentar.

****

Bom, acho que é isto. Um resuminho bem básico.

Eu não gosto desta virada para o personagem da Felicity, acho que poderiam criar outros tipos de conflitos para ela, muito drama pode vir disto e as pessoas não vão parar de criticar. Mas enfim, vamos ver o que nos aguarda nos próximos episódios.


Kisses, Ludy

Comentários

Anônimo disse…
boa essa do pai da Felicity ser o assassino, justificaria a raiva dela totalmente, nem tinha pensado nisso. Atuação da Emily foi perfeita, mesmo ela aparecendo pouquinho, Eu acho que ela não se sai bem quando forçam um super drama no personagem dela, tipo algumas cenas da terceira temporada. Delicity e Dyla, muito amor envolvido mesmo <3 e Olicity foi de partir o coração e lindo ao mesmo tempo. Quero o Oliver paparicando muito ela no 411 para compensar a ausência. beijos Lili
Concordo com vc sobre a atuação da Emily. O ponto forte dela é a comédia, e quando a coisa fica dramática demais acho que ela não consegue expressar muito, embora neste episódio em particular ela tenha sido perfeita.

Pois é, eu encasquetei com esta do assassino ser o pai dela. Veremos o que vai rolar quando ele aparecer. Ainda acho que não será o Darhk.

bjs, Ludy

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre Lois Lane & Clark Kent

Arrow - 4x03

Porque eu admiro Tessa Virtue e Scott Moir - Vídeo 18